sexta-feira, dezembro 29, 2017

Alagoinhas: SAAE faz balanço dos seis meses de gestão e planeja mais investimentos no serviço

 sexta-feira, dezembro 29, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Como balanço dos quase seis meses da nova gestão, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) Alagoinhas encerra o ano com organização de dívida externa e prevê ampliação e melhoria do serviço em 2018. A dívida externa, avaliada em mais de R$ 12 milhões e adquirida nas gestões anteriores, já está em processo de negociação e o órgão conseguiu retomar a execução do recurso de mais de R$ 26 milhões – do PAC 1, PAC2 e Saneamento Para Todos. Ao fim das obras, quase 9 mil famílias serão beneficiadas diretamente.

Segundo a Diretora Geral do SAAE, Maria das Graças Reis, um dos grandes avanços da gestão é a recuperação da capacidade de gerir os próprios custos com pessoal e manutenção: “o SAAE está negociando as dívidas com INSS e Coelba e já estamos conseguindo pagar todas as contas do mês. Quando eu assumi, em julho, nem isso a gente conseguia honrar”, revela a gestora.

Diante dos desafios encontrados, em 2018, ainda há muito por se fazer. Alagoinhas possui um sistema de abastecimento antigo, criado ainda na década de 70, e que precisa – urgentemente – de intervenções e altos recursos financeiros. A deficiência no abastecimento de água se dá, em muito, pela ausência de investimentos ao longo dos anos. Atualmente, o serviço funciona com sistema de bombeamento direto na rede operado pelos Sistemas Soboco e Cavada, que integram mais de 20 poços de 40m a 110m. A capacidade de abastecimento é ideal para até 80 mil habitantes. Atualmente, Alagoinhas tem mais de 155 mil habitantes, segundo último censo do IBGE.

Além da necessidade de intervenções para melhorar o sistema de distribuição, outros fatores também influenciam diretamente no abastecimento de água. É preciso implantar a cultura do consumo mais consciente, em épocas de temperaturas elevadas, como no verão, os moradores tendem a consumir mais e de forma indiscriminada. Inadimplência e ligações sem hidrômetros também prejudicam o serviço.

Nos últimos meses, a estrutura do órgão passou por uma reformulação e foi lançado, em 28 de dezembro, o Plano de Ação 2018. O documento é um resgate do planejamento interno da autarquia e deve garantir a eficiência administrativa, financeira e operacional do órgão, assim como a melhoria da qualidade dos serviços e satisfação dos usuários.

A diretoria do SAAE aponta soluções que já estão acontecendo para garantir a qualidade e ampliação do serviço: recuperação de inadimplentes, instalação de hidrômetros , manutenção elétrica e mais investimentos em obras de saneamento. A autarquia encerra o ano com o projeto de esgotamento sanitário pré-selecionado no programa Avançar Cidades, do Ministério das Cidades.

Diretoria Financeira destaca negociação de dívidas e realização de licitações :

Segundo Nadja Suzete de Lima, Diretora Financeira do SAAE, o parcelamento das dívidas do INSS, cerca de R$ 5,5 milhões, e da Coelba, aproximadamente 6,5 milhões, e a reorganização da estrutura financeira da autarquia representam uma grande conquista para a gestão. “É a partir desse planejamento que a gente vai conseguir retomar a eficiência administrativa e financeira do SAAE”.

Além da reestruturação financeira, a diretoria vem apoiando outras diretorias para garantir investimentos em recursos para ampliação de esgotamento sanitário, manutenção e licitações. Nos quase seis meses, foram realizadas 29 licitações, o que possibilitou a compra de EPI (Equipamentos de Proteção Individual), hidrômetros, material de PVC, ferramentas manuais e material para as obras do PAC 1 e PAC 2.

Diretoria Comercial investe em instalação de hidrômetros e negociação com inadimplentes:

Inadimplência e ligações sem hidrômetros são dois dos grandes desafios da Diretoria. Atualmente, Alagoinhas possui mais de 12 mil ligações clandestinas e “quando você usa um serviço e não paga por ele, quem paga acaba sendo prejudicado. O adimplente paga pelo inadimplente”, explica Eloísio Silva, Diretor Comercial do SAAE.

Para combater as ligações clandestinas, o órgão tem realizado campanhas e pede que a população denuncie através da Ouvidoria do SAAE. No que se refere a ligações sem hidrômetros, foram instalados mais de 3mil equipamentos de leitura em diversos pontos da cidade, a exemplo do Conjunto Brisas do Catu. A instalação do aparelho é o que garante leitura e cobrança corretas, além de permitir que o morador acompanhe seu consumo.

A Diretoria realizou, ainda, 464 novas ligações de água, duas mil manutenções em caixa de hidrômetros por vazamentos; mais de mil substituições de hidrômetros e reuniões nas comunidades para reduzir o número de inadimplentes e ligações clandestinas. Com a campanha de negociação, o setor possibilitou que usuários inadimplentes negociassem suas dívidas, com descontos nas multas e juros, além de parcelamentos.

Diretoria Técnica executa ações com foco na melhoria do serviço: 
Com foco na melhoria do abastecimento de água nos Sistemas Soboco e Cavada, a Diretora Técnica do SAAE, Valéria Figueiredo, explica que foram realizadas intervenções de baixo custo nas captações e redes de distribuição. “Dessa forma, houve um aumento da vazão e pressão, melhorando o abastecimento em algumas áreas com problemas crônicos de abastecimento, como Baixa da Candeia, Loteamento Jardim Imperial, Nova Aparecida e Rua Genésio Almeida”.

A equipe técnica realizou, ainda, manutenção elétrica na Captação Soboco, resolvendo um sério problema de panes elétricas e constante desabastecimento de água. Também foram retomadas as ações de automação dos sistemas de água e esgoto, com redução de perdas de água e eliminação de horas extras de operação e está sendo feito um levantamento das necessidades para melhoria no tratamento da água na zona rural e outros sistemas independentes.

A Diretoria também fez a limpeza do reservatório Soboco, após intervalo de seis anos, e está transformando as instalações do órgão, com destaque para a equipe de manutenção.

Como medida de combate a perdas de água, o setor ampliou o tempo de atendimento a correção de vazamentos, com implantação de três equipes de plantão, das 6h às 23h, e a aquisição do caminhão hidrojato vem melhorando a prestação do serviço da coordenação de esgoto.

O SAAE implantou 1 KM de rede de distribuição de água em diversos pontos do município, fez a recomposição de passeios provenientes de vazamentos de água e esgoto, substituiu a rede de amianto na Dantas Bião e vem realizando a fiscalização das obras de esgotamento sanitário do PAC 1, PAC2 e Saneamento Para Todos.
Atualmente, o órgão integra o comitê de bacias do Recôncavo Norte e Inhambupe, em Conselho de Meio Ambiente e Comissão do Aterro Sanitário.

SAAE amplia ações da Assessoria de Integração Comunitária: 
A Assessoria de Integração Comunitária, através de atividades abertas nas escolas e comunidades, está desenvolvendo ações de educação ambiental, com palestras sobre uso racional da água, esgotamento sanitário e tratamento de esgoto.

Segundo a Assessora de Integração Comunitária, Leila Pires, o setor também tem realizado reuniões nas comunidades que recebem obras do PAC 1, PAC 2 e Saneamento Para Todos e, para 2018, há um cronograma de ações para ampliar o Programa de Educação Ambiental e aproximar, ainda mais, o SAAE dos usuários.

Fonte: ASCOM SAAE


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Política de PrivacidadeTermo de Uso
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2018
back to top