domingo, novembro 26, 2017

América Mineiro vence CRB e é campeão da Série B 2017

 domingo, novembro 26, 2017  |  Redação PAN  Esporte

No mesmo dia em que quebrou o recorde de público do seu estádio, o Independência, o América-MG escreveu a página de mais um título para a galeria de troféus do clube. Foi o jogo da superação. Um confronto nervoso, desde o primeiro minuto do primeiro tempo até o apito final do árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Mas, no fim, o América venceu o CRB, por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Independência, e garantiu o título da Série B do Campeonato Brasileiro, com 73 pontos contra 71 do Internacional, que também venceu na rodada.

O CRB colocou muita dificuldade durante o confronto. A equipe se segurou em campo e na maior parte do tempo se defendeu com nove homens atrás da linha da bola. Com a cor vermelha no Independência, o time visitante representou bem o Internacional em Belo Horizonte. Até os 20 minutos de jogo, o titulo estava a caminho do Rio Grande do Sul. Mas com o gol de Rafael Lima, após cobrança de escanteio, a taça comprou passagem para Belo Horizonte e desembarcou na capital mineira.

Foi a segunda vez que os americanos chegaram ao ápice na segunda divisão nacional, justamente 20 anos depois da primeira, celebrada em 1997. O requinte de feito histórico ainda contou com a superação do recorde de público do Horto, superando a final do Campeonato Mineiro deste ano, entre Atlético-MG e Cruzeiro. Naquela ocasião, 22.411 pessoas estiveram presentes na vitória do Galo sobre a Raposa. Dessa vez, 22.481 torcedores marcaram presença para acompanhar o Coelho selando com perfeição sua volta à elite nacional.

Há um ano, o torcedor americano chorava a queda para a Série B e lamentava os nomes que deixavam a agremiação em momento ruim. O principal deles permaneceu: Enderson Moreira formou uma boa equipe para a disputa da segundona. Agora é alegria. Com a certeza da Série A em 2018, o Coelho chega em grande estilo, comemorando uma taça nacional, 20 anos depois de ganhar sua primeira, em 2017 desbancando o Internacional.

Primeiro tempo

O confronto entre América e CRB começou bastante equilibrado. O CRB, apesar de não disputar mais nada, não facilitou a vida do Coelho no Independência. O jogo sem chances claras para nenhum dos lados.

O América quando tentava alguma situação de ataque parava na forte marcação armada pela defesa do CRB que colocava vários atletas na primeira linha defensiva e outros tantos na segunda – ambas desorganizadas. Soltos, na frente, apenas o atacante Zé Carlos e o camisa 10, Chico.

Com isso, o América não conseguia nenhuma infiltração e tinha muita dificuldade de abrir espaço para conseguir um ataque que levasse mais perigo contra a meta de Edson Kollin.

Aos 17 minutos, chegou ao Independência a informação que o Internacional marcou seu primeiro gol no Beira-Rio. O resultado no sul do país tirava o título do América.

Aliado ao resultado no sul, o Coelho passou a errar passes seguidos. A equipe mineira tinha dificuldades de se encontrar em campo, algo que impedia a sequência das jogadas americanas e, consequentemente, a manutenção da posse de bola.

A melhor chance americana aconteceu nos acréscimos do primeiro tempo. Em um dos poucos momentos que a defesa do CRB abriu espaço, Bill recebeu a bola na entrada da área e escorou para Ruy. Ele soltou a pancada de canhota e a bola parou na trave.

Segundo tempo

Já com a certeza do resultado em Porto Alegre, o América voltou para o segundo tempo contra o CRB, em Belo Horizonte.
Logo no primeiro minuto, a bola pingou para Norberto, na cara do gol, que desviou a bola de cabeça e a redonda parou nas mãos do goleiro.

Mas quem ataca muito se abre na defesa. Aos 9 minutos, Neto Baiano recebeu a bola na frente, ganhou na corrida do zagueiro Messias e chegou antes do goleiro Fernando Leal que saiu do gol. O zagueiro americano, no entanto, conseguiu chegar na última hora para salvar.

A pressão americana seguiu intensa. O técnico Enderson Moreira mudou o posicionamento de sua equipe, mandou Renan Oliveira para o jogo, mais aberto pela direita, o volante Juninho caiu para a lateral e Norberto, o ala direito, passou a ser meia. A pressão era grande.

Aos 20 minutos o América chegou ao gol. Em cruzamento na área, a bola sobrou para Rafael Lima que, com um leve toque, mandou para o fundo das redes e levou o Independência a loucura.

Após o gol, o CRB se mandou para o ataque. O técnico adversário mandou para o jogo Marion e Tony, colocando sua equipe mais ofensiva. Isso fez com que a equipe adversária chegasse com muita intensidade, mas Fernando Leal se segurou em, pelo menos, três oportunidades.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 0 CRB

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 25 de novembro de 2017, Sábado
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Público: 22.481 presentes
Renda: R$ 98.353,00

Gol: Rafael Lima, aos 20 minutos do segundo tempo (América)
Cartões: Neto Baiano, Flávio Boaventura (CRB); Luan (América)

AMÉRICA-MG: Fernando Leal, Norberto, Rafael Lima, Messias, Giovanni, Juninho, Ernandes, Felipe Amorim (Renan Oliveira), Ruy (Zé Ricardo), Bill, Luan.
Técnico: Enderson Moreira.

CRB: Edson Kolln; Marcos (Marion), Flávio Boaventura, Adalberto, Olívio, Diego, Edson Ratinho, Rodrigo (Tony), Zé Carlos (Neto Baiano), Chico, Yuri.
Técnico: Mazola Júnior

Fonte: Gazeta Esportiva

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top