sábado, setembro 02, 2017

BRT de Salvador vai ligar Lapa ao Iguatemi, mesmo trecho conectado pelo metrô

 sábado, setembro 02, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

À época em que foi inaugurado, o metrô de Salvador costumava ser alvo de piadas pelas ruas da cidade. Não apenas pela demora em ficar pronto, mas por ligar a Estação da Lapa, um dos principais pontos de transbordo da capital baiana, a lugar nenhum. O Acesso Norte, hoje uma estação de integração, era um nada para a mobilidade urbana de Salvador quando houve a inauguração. O tempo passou, o “minimetrô”, como foi apelidado, cresceu e está prestes a chegar à Estação Mussurunga, passando pela região do Iguatemi (sim, a área ainda é conhecida assim, apesar do nome do shopping ter mudado). E eis que, num arroubo para melhorar a mobilidade urbana da capital, a prefeitura de Salvador resolve investir em um projeto milionário para ligar a Estação da Lapa à Estação Rodoviária via BRT. Nesta quarta-feira (30), a prefeitura publicou o resultado da licitação, que deixa o grupo Camargo Corrêa – o mesmo investigado na Operação Lava Jato – à frente do certame. O grupo deverá ser responsável pela construção do primeiro trecho, compreendendo a área entre o Parque da Cidade e o Iguatemi. Ainda não vai ligar dois pontos já ligados pelo metrô. Porém custará ao menos R$ 212 milhões de investimentos. Ah, mas houve um deságio de 40% entre a expectativa inicial e o valor final. Sim, houve. Mas essa “economia” não necessariamente deve ser comemorada. O custo para a implantação da obra também gera impactos urbanos e ambientais, como os citados pelo professor da UFBA e membro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia (CAU-BA), Paulo Ormindo. Serão três viadutos, apenas nessa primeira etapa do projeto, parte deles sobre um dos rios claudicantes que cortam Salvador. O concreto do BRT e das intervenções dele farão um contraste com o verde do Parque da Cidade, que ficará ao lado. Isso tudo para ligar a Estação da Lapa ao Iguatemi, que já estão conectados pelo sistema metroviário. Tomara que o investimento seja recompensado por uma mobilidade maior para a capital baiana. E que o BRT não se torne um novo metrô, com obras se arrastando ao longo de 12 anos. 

Fonte: Bahia Notícias

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top