terça-feira, agosto 29, 2017

Teixeira de Freitas: Polícia Civil elucida tentativa de homicídio que vitimou "Madruga"

 terça-feira, agosto 29, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Teixeira de Freitas: Nesta segunda-feira, 28 de agosto, sob a coordenação da delegada Valéria Chaves, o Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN finalizou os trabalhos investigativos que apuravam a tentativa de homicídio, ocorrida no dia 16 de agosto, e que vitimou Tiago Carlos de Jesus, o vulgo "Madruga". O crime aconteceu por volta das 21h00, na Rua Projetada, no Bairro Redenção, onde “Madruga” foi surpreendido por atiradores a bordo de uma bicicleta, sendo baleado e socorrido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas.

Após o crime, o caso foi comunicado na Delegacia de Polícia Civil e passado ao N.H.T, que realizou diligências, sob a liderança do investigador Sérgio Adriano, que esteve no HMTF, onde ouviu Madruga. Durante as investigações, foi descoberto que o autor dos disparos foi o indivíduo Gileno Gomes dos Santos Filho, o vulgo “Gugu”, que atirou contra o Madruga, e teve como testemunha presencial, um indivíduo de vulgo "Mazinho". O delegado Manoel Andreetta assumiu o caso, e descobriu o tráfico de drogas como motivação para o crime.

Ainda segundo o delegado, havia uma dívida de drogas e também troca de ameaças entre Madruga e Gugu. Após desferir os tiros de revólver calibre 38 contra a vítima, o Gugu achou que tinha ceifado a vida do seu desafeto. Mas, no outro dia descobriu via Liberdade News que Madruga estava vivo. Durante conversa com o investigador Sérgio Adriano, Madruga confirmou a autoria e motivação do crime, e após diligências e levantamentos, foi descoberto que Gugu pertence a uma organização criminosa de traficantes de drogas que atuam no Bairro Redenção.

Segundo informações, Gugu trabalhava diretamente para Rafael Alves, o “Fiinha”, preso pelo N.H.T, após tentativa de homicídio contra Danilo Lima Conceição, o "Tchutchucão". As investigações descobriram que após a morte de Alex Silva, o “Lequinha”, em confronto com policiais do PETO e RONDESP, houve uma troca no comando do tráfico, e isso gerou algumas mortes. Madruga já sofreu outra tentativa de homicídio, fato ocorrido no dia 15 de janeiro, onde ele apontou Rafael, o “Fiinha” como autor, procedimento já concluído pela Polícia Civil.

Segundo Manoel Andreetta, Gileno e Rafael comandam o tráfico no Bairro Redenção. Gileno foi preso dia 22 de agosto pela PM, acusado de roubo. Questionado sobre a tentativa de homicídio contra Madruga, de forma espontânea, ele confessou o crime e confirmou as informações levantadas pelo N.H.T, e o procedimento agora encontra-se em fase de saneamento e conclusão. A testemunha presencial e os autores do crime foram apresentados aos delegados Rina Andrade, Bruno Ferrari e Ricardo Amaral, que representarão pela prisão preventiva do autor e irão concluir o relatório.

Fonte: Liberdade News

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top