sexta-feira, agosto 18, 2017

Festival de Teatro de Alagoinhas estréia na Praça do Céu com sala lotada

 sexta-feira, agosto 18, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Com lotação esgotada, o teatro da Praça do Céu recebeu na noite desta quarta-feira (16), a abertura do segundo Festival de Teatro de Alagoinhas (FESTA), evento que até o dia 27 movimentará a cena cultural de Alagoinhas. Em um diálogo sobre sonhos e superação, o espetáculo “O Que de Você Ficou em Mim”, que traz no elenco dois atores naturais de Alagoinhas, exaltou a importância das linguagens artísticas em municípios do interior e regiões periféricas.

A cerimônia de abertura do FESTA teve início às 19h, com um número musical que recepcionou a população local e convidados, ao total, cerca de 150 pessoas compareceram ao evento. Emocionado o idealizador do Festival e , Nando Zâmbia explicou ao público a missão de trazer a arte para a população de localidades como Ferro-Aço, em Santa Terezinha. “Queremos evidenciar o potencial artístico de Alagoinhas, nossa cidade é um celeiro de diversas linguagens artísticas, por isso a importância de promover essa troca, esse intercâmbio entre a população e a arte”, afirmou.

Também foram homenageadas, a diretora do Núcleo Afrodescendente de Teatro de Alagoinhas, Fernanda Júlia, e a diretora de cultura da Associação de Moradores de Santa Terezinha, Roselinda Barbosa. O ato simbólico do plantio de uma muda de Pau-Brasil foi feito pela organização do evento, na praça.

A comerciária, Bárbara Morais, que mora na região da Praça do Céu, levou as filhas, Gisele e Taís, para assistirem a apresentação. “Me diverti muito e as meninas também, elas não piscavam os olhos, foi a primeira vez que Taís assistiu uma peça. Fico feliz de ver opções como essa vindo para nossa vizinhança, espero que esse festival se fortaleça e abra as portas para outras atrações aqui”, afirmou.

A programação do FESTA continua até o domingo (27). Hoje (sexta-feira) é a vez do No dia 17 de agosto, é a vez do solo africano Nos Tempos de Gungunhana, com ator moçambicano Klemente Tsamba, baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos. É um conjunto de histórias dentro de uma história – a vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana, que parte de um tempo histórico e de uma cultura particular para depois seguir numa viagem universalista e sem fronteiras.

Outros sete solos serão encenados no Centro Cultural de Alagoinhas até o dia 27, com ingressos populares no valor de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Com lotação esgotada, o teatro da Praça do Céu recebeu na noite desta quarta-feira (16), a abertura do segundo Festival de Teatro de Alagoinhas (FESTA), evento que até o dia 27 movimentará a cena cultural de Alagoinhas. Em um diálogo sobre sonhos e superação, o espetáculo “O Que de Você Ficou em Mim”, que traz no elenco dois atores naturais de Alagoinhas, exaltou a importância das linguagens artísticas em municípios do interior e regiões periféricas.

A cerimônia de abertura do FESTA teve início às 19h, com um número musical que recepcionou a população local e convidados, ao total, cerca de 150 pessoas compareceram ao evento. Emocionado o idealizador do Festival e , Nando Zâmbia explicou ao público a missão de trazer a arte para a população de localidades como Ferro-Aço, em Santa Terezinha. “Queremos evidenciar o potencial artístico de Alagoinhas, nossa cidade é um celeiro de diversas linguagens artísticas, por isso a importância de promover essa troca, esse intercâmbio entre a população e a arte”, afirmou.

Também foram homenageadas, a diretora do Núcleo Afrodescendente de Teatro de Alagoinhas, Fernanda Júlia, e a diretora de cultura da Associação de Moradores de Santa Terezinha, Roselinda Barbosa. O ato simbólico do plantio de uma muda de Pau-Brasil foi feito pela organização do evento, na praça.

A comerciária, Bárbara Morais, que mora na região da Praça do Céu, levou as filhas, Gisele e Taís, para assistirem a apresentação. “Me diverti muito e as meninas também, elas não piscavam os olhos, foi a primeira vez que Taís assistiu uma peça. Fico feliz de ver opções como essa vindo para nossa vizinhança, espero que esse festival se fortaleça e abra as portas para outras atrações aqui”, afirmou.

A programação do FESTA continua até o domingo (27). Hoje (sexta-feira) é a vez do No dia 17 de agosto, é a vez do solo africano Nos Tempos de Gungunhana, com ator moçambicano Klemente Tsamba, baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos. É um conjunto de histórias dentro de uma história – a vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana, que parte de um tempo histórico e de uma cultura particular para depois seguir numa viagem universalista e sem fronteiras.

Outros sete solos serão encenados no Centro Cultural de Alagoinhas até o dia 27, com ingressos populares no valor de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Fonte: SECOM ALAGOINHAS

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top