terça-feira, julho 25, 2017

Feira de Santana: Pastor é liberado e se defende de acusação de venda ilegal de terreno: 'Isso não procede'

 terça-feira, julho 25, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia

Pastor é liberado e se defende de acusação de venda ilegal de terreno: 'Isso não procede'

Ao Acorda Cidade o pastor informou que foi pego de surpresa e que não entendeu o motivo de sua prisão.

“Eles me acusaram, sem eu entender o porquê, dizendo que estavam sendo vendidos lotes de maneira irregular na Senador Quintino. Este fato não procede, uma vez que a empresa GHP, que é proprietária deste terreno adquiriu e tirou todas as licenças e falta apenas a lavratura da escritura e alguns trâmites finais, documentais, junto ao poder público para construção naquele local. Trabalho no ramo há sete anos aqui, negociamos mais de 300 propriedades e não temos praticamente nenhum problema. Fomos pegos de surpresa, não sabíamos de nada, não fomos chamamos em nenhum momento para dar explicação, foi sem nenhum comunicado, surgiu o fato e pronto”, disse o pastor se referindo a sua prisão.

Ele afirmou ao Acorda Cidade que toda documentação é legalizada e que os proprietários estavam sendo comunicados sobre as pendências que faltavam ser resolvidas e que todos tinham conhecimento dos trâmites da venda. Questionando sobre por que então surgiu a denúncia, ele apenas respondeu que não tinha nenhuma informação sobre o fato e repetiu que foi pego de surpresa.

“Temos corretores com Creci. Todos que trabalham conosco são credenciados. A obra não parou e os trâmites documentais não pararam. É totalmente equivocada esta denúncia”, ressaltou.

Vendas em São Paulo

Sobre a acusação de golpe no estado de São Paulo ele também afirma que não agiu de forma irregular e que se colocou a disposição da justiça para resolver qualquer pendência relacionada às vendas em São Paulo.

“Eu morei em São Paulo por 35 anos, lá negociamos mais de 500 propriedades. Tive um momento de dificuldade por causa de saúde, me retirei de lá e vim para Feira de Santana deixando advogados constituídos para os processos, o meu endereço em Feira, e me coloquei sempre a disposição da Justiça de São Paulo e de Feira para responder sobre situações referentes a qualquer questão de São Paulo. Lá eu trabalhei com construção e não com vendas de lotes”, disse.

O pastor disse que os interessados podem procurar a empresa para resolverem questões pendentes.

“Eu gostaria de esclarecer que ganhei minha liberdade, e estou em paz porque não prejudiquei ninguém, e se alguém se sente de alguma forma prejudicado, temos a empresa devidamente estabelecida e pode procurar e expor sua questão que vamos resolver. [Em caso de pedido de devolução], a empresa está a disposição para devolver parceladamente, assim como foi a venda, no tempo a ser combinado. Muitas pessoas pagaram parceladamente e queriam receber o dinheiro de uma só vez de forma total” concluiu.

Fonte/Foto: Acorda Cidade

Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top