sábado, julho 29, 2017

Cigano é preso com documento falso em Medeiros Neto: Polícia investiga duplo homicídio

 sábado, julho 29, 2017  |  Redação PAN  Notícias do Estado da Bahia


Medeiros Neto: No final da manhã desta sexta-feira, 28 de julho, policiais militares da 44ª CIPM estavam realizando ronda de rotina no Centro da cidade, quando avistaram um veículo com três ocupantes, e resolveram abordá-los. Ao averiguar a documentação dos ocupantes do veículo, identificaram que um dos ocupantes já tinha passagem pela polícia por uso de documentação falsa, e porte ilegal de arma de fogo.

Os Policiais Militares, então, o conduziu até a Delegacia de Polícia para averiguação do documento apresentado por ele. Quando o delegado Willian Telles realizou uma pesquisa no inquérito policial realizado na época da prisão do conduzido, foi identificado que o acusado estava usando o mesmo nome falso daquela ocasião, cuja prisão ocorreu em 03 de julho de 2014, também na cidade Medeiros Neto, no Bairro Uldurico Pinto.


O acusado, na verdade, trata-se, de, “José da Silva”, que na época portava uma carteira de identidade falsa, em nome de Carlos Roberto da Silva, e no momento da abordagem, nesta sexta-feira (28), ele apresentou uma cédula de Reservista, e um título de eleitor, com o referido nome. O delegado Willian Telles deu voz de prisão ao acusado, por uso de documento falso, artigo 297 do Código Penal, e o suspeito foi recolhido à carceragem da delegacia.

Ainda segundo o delegado, o acusado estava respondendo em liberdade por esse crime de falsificação cometido em 2014. A Polícia descobriu também, que existe um mandado de prisão em desfavor do José da Silva, expedido pela Juíza Angélica Ferrari, da Comarca de Pena, no Estado de Minas Gerais, desde o ano de 2010, sob a acusação de homicídio contra uma mulher, identificada como Cibele Alves da Terra Pereira.


 


Na Delegacia de Polícia foi apresentado ao delegado William Telles uma cópia de um alvará de revogação do mandato de prisão. Alvará este, que também será averiguado. Segundo informações passadas à nossa reportagem, o José da Silva pode ser um dos ciganos que estava em um grupo de aproximadamente 15 pessoas, e que após uma discussão fútil por causa de um som, dois jovens foram assassinados a tiros, no último sábado (22).

O crime está sendo investigado pelo o Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN, sob a responsabilidade do delegado Ricardo Amaral, que ainda está realizando as investigações do crime, mas, nos afirmou que foi citado por testemunhas, o nome de “Rogério”, como um dos ciganos e que ele estará averiguando se o nome relacionado é da mesma pessoa presa no dia de hoje, na cidade de Medeiros Neto, já que ele também usa esse codinome de “Rogério” em Medeiros Neto. Em conversa com a nossa equipe, o cigano nega qualquer participação neste duplo homicídio, e alega que nunca esteve no bar onde aconteceu o crime, e que no dia deste duplo homicídio ele estava em outra cidade.


Fonte: Liberdade news


Publicidade:

Compartilhe a Notícia


COMENTE COM SUA CONTA VIA FACEBOOK
ATENÇÃO: Todos os comentários passam por uma vistoria e só serão aceitos se estiverem cumprindo estas normas; Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.
Caro Leitor,

Este texto não reflete, a opnião do Portal Alagoinhas News, agradecemos sua visita, volte sempre.

Termo de Uso-Anuncie-Contato
Portal Alagoinhas News | O site de notícias de Alagoinhas - Bahia e Região!

Desenvolvido Por: Bloggertheme9

Copyright © 2012 - 2017
back to top